SEMA E BEA

SEMA e BEA atuam em parceria no combate a incêndios florestais na Amazônia

| 19/02/2018 21:27:45

A inauguração do novo hangar do Centro de Operações Aéreas (Ciopaer) trará mais um aliado no combate a incêndios florestais na Amazônia

A inauguração do novo hangar do Centro de Operações Aéreas (Ciopaer) trará mais um aliado no combate a incêndios florestais: o Grupo de Aviação Bombeiro Militar (GavBM). Trata-se da primeira Base Aérea de Combate a Incêndios Florestais da Amazônia, uma vez que abriga duas aeronaves Air Tractor 802F, equipadas com tanques de água especialmente adaptadas para o combate a incêndios florestais e urbanos.

A inauguração integra o projeto Bombeiro Florestal de Mato Grosso que foi iniciado em 2012 e a partir de 2015 ganhou relevância pelas atividades de proteção ambiental. A nova base será fundamental para proteger do fogo as Unidades de Conservação sediadas na região. Atualmente, o Estado, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), tem sob sua responsabilidade 16 áreas de proteção no bioma amazônico.  

Assim, a Sema atua em parceria com o Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) para o combate de queimadas irregulares e desmatamento, custeando parte das operações de combate a incêndios florestais. As duas entidades integram o Comitê Estadual de Gestão do fogo, sendo que a Sema preside o colegiado, enquanto o BEA é responsável pela secretaria executiva.

Os aviões que compõem o GAvBm foram adquiridos com o recursos do Fundo Amazônia, iniciado em 2012, que tornou possível estruturar o (BEA), que já é referência nacional em prevenção e combate a incêndios florestais. A estruturação da base é o último produto a ser entregue no escopo do projeto do CBMMT proposto ao Fundo Amazônia.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News