Senado cria comissão para acompanhar reforma da Previdência na Câmara

Metrópoles | 14/03/2019 19:50:03

Primeira reunião do colegiado será na próxima semana, sob a presidência do senador Otto Alencar (PSD-BA)

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), assinou, no início da noite desta quinta-feira (14/3) o ato de criação da comissão especial que irá acompanhar a tramitação, na Câmara dos Deputados, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência. O texto foi enviado pelo Palácio do Planalto ao Congresso Nacional.

Uma comissão é considerada especial quando não precisa obedecer necessariamente à proporcionalidade partidária ou ao número de parlamentares da Casa para poder funcionar. Assim, o colegiado da reforma da Previdência no Senado será composto por nove titulares e nove suplentes. O presidente será o senador Otto Alencar (PSD-BA).

Já a relatoria da comissão ficará a cargo do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Os demais integrantes titulares são: Eduardo Braga (MDB-AM), Esperidião Amim (PP-SC), Cid Gomes (PDT-CE), Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), Jaques Vagner (PT-BA), Rodrigo Pacheco (DEM-GO) e Elmano Férrer (PODE-PI). Os suplentes ainda serão indicados pelos líderes. O colegiado deve ter sua primeira reunião na próxima terça-feira (19/3).

Mais cedo, o presidente do Senado afirmou que o debate em relação à reforma “tomou corpo”, o que significa, segundo ele, que a sociedade e os parlamentares compreenderam sua importância.

“Se não fizermos (a reforma), o Brasil se tornará um caos econômico, fiscal e social. É preciso trazermos a confiança de volta, porque esta reforma não só proporcionará equilíbrio do ponto de vista fiscal e social, mas dará sinal claro para outros países que querem investir no Brasil”, completou Alcolumbre.

Jornalista: Larissa Rodrigues