CAI MURO DA CADEIA

Visitas suspensas no Centro de Custódia de Cuiabá; muro caiu

Redação 24 Horas News | 24/03/2019 15:56:27

O Centro de Custódia de Cuiabá abriga pesos com nível superior e condenados por não pagarem pensão alimentícia, além de conter a chamada sala de Estado-Maior, em que são alocados advogados e magistrados presos preventivamente.

Os presidiários custodiados no Centro de Custódia de Cuiabá, por onde passaram personalidades da política mato-grossense como o ex-governador Silval Barbosa e o ex-presidente da Assembleia Legislativa José Geraldo Riva não puderam receber seus familiares neste domingo. É que o muro da cadeia caiu e para manter os presos dento das grades e evitar fugas as visitas estão suspensas até que refaçam o muro. A direção da cadeia culpa as fortes chuvas dos últimos dias.

O Centro de Custódia de Cuiabá abriga pesos com nível superior e condenados por não pagarem pensão alimentícia, além de conter a chamada sala de Estado-Maior, em que são alocados advogados e magistrados presos preventivamente.

A chuva que caiu no sábado, em Cuiabá teria sido a responsável pela queda. As visitas foram suspensas como medida emergencial e devem ser retomadas na segunda (25). Uma barreira com placas de zinco também foi colocada de maneira paliativa.

Policiais do SOE e da PM ajudam a monitorar a segurança no local. O muro tem 5 m de altura e 91 m de comprimento, dos quais 35 m vieram abaixo no sábado.

A unidade tem 41 detentos. Entre os presos nas celas comuns do CCC está o desembargador aposentado compulsoriamente Evandro Stábile, condenado por venda de sentenças no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ele foi transferido da sala de Estado-Maior para a ala comum no mês passado, após a sentença tramitar em julgado.