Deputado de MT sobre inquérito no STF: ''Tremenda sacanagem comigo''

Redação 24 Horas News | 18/11/2017 20:23:55

 

O deputado Valtenir Pereira (PMDB-MT) afirmou ser uma ‘sacanagem’ a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal para investigar seus gastos nos postos da Rede Amazônia Petróleo, cujo dono é delator da Operação Ararath.

“De início, Eu não tenho nada a ver com a Operação Ararath. Isso é uma tremenda sacanagem comigo. É brincadeira de mau gosto. É confundir “alhos com bugalhos””, afirmou o deputado ao Estadão.

Veja matéria completa aqui.

A Ararath foi deflagrada em novembro de 2013, com o objetivo de desarticular uma suposta organização criminosa que se utilizava de empresas de fachada para lavagem de dinheiro de propinas. O parlamentar não é alvo da operação.

Um dos delatores que ajudaram os investigadores a traçar a rota dos pagamentos de propina no Mato Grosso é Gércio Marcelino Mendonça Júnior, que confessou se utilizar da fachada de seus postos de combustível, da Rede Amazônia de Petróleo, para operar um banco de lavagem de dinheiro em benefício de políticos.

Nos postos de gasolina do delator, o deputado federal Valternir Luiz Pereira (PMDB-MT) gastou valores redondos de R$ 2mil por diversos meses.