Em meio à acusações, Taques permanece no PSDB e sela paz

Redação 24 Horas News/ | 04/02/2018 17:03:24

O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, se comprometeu, na noite deste sábado (3), a permanecer no PSDB e tentar a reeleição pelo partido. O compromisso foi assumido durante encontro, em Cuiabá, com o governador de Goiás.

As brigas entre o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, e o deputado federal Nilson Leitão, ambos tucanos, andaram tão feias que até o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), teve de entrar em cena para apaziguar os ânimos.

Perillo é amigo dos dois. As contestações de Leitão ao governo de Taques irritam o governador, que já ameaçou deixar o partido se a cúpula nacional da legenda não enquadrar Leitão. Para Taques, infelizmente, não há sinal de que o presidente da sigla, o governador Geraldo Alckmin, fará qualquer movimento nesse sentido.

A PAZ

Com a "paz" selada dentro do PSDB, Taques agora passa a articular as alianças com outros partidos. Neste sábado, ele almoçou com lideranças de vários partidos para discutir a composição do grupo de situação.

Além de Taques e Leitão, participaram do encontro  o ex-senador Jaime Campos (DEM), os estaduais Eduardo Botelho (PSB) e Guilherme Maluf (PSDB), o secretário da Casa Civil, Max Russi (PSB), o de Indústria e Comércio, Carlos Avalone, empresário Marcelo Maluf e ainda o presidente regional do PSDB, Paulo Borges Junior.